quinta-feira, 7 de outubro de 2010


SAÚDE e UTILIDADE PÚBLICA

5





OUTUBRO ROSA


Durante o mês de outubro estará sendo idealizada a campanha “Não aceite informação pela metade”, assinada pela FEMAMA que tem como embaixatriz a jornalista Glória Maria; e também o movimento “Outubro Rosa – Mulher Consciente na luta contra o câncer de mama” com o propósito de alertar e conscientizar a sociedade para a importância da realização do exame de mamografia no diagnóstico precoce da doença.

Imagem: reprodução

Foi realizada aqui em Natal, ontem pela manhã, uma audiência pública na Assembleia Legislativa. Laços cor de rosa no peito. Esse foi um detalhe que marcou. Todos os participantes ostentavam um laço rosa no peito. Essa é a marca do “Outubro Rosa”, um movimento que começou nos Estados Unidos e se espalhou pelo mundo. Trata-se de um mês dedicado a lembrar a importância da prevenção do câncer de mama. Este é o primeiro ano em que o Rio Grande do Norte participa. Além de se fazer palestras e campanhas para conscientizar a população, algumas capitais brasileiras terão monumentos históricos e edifícios privados de grande referência iluminados de rosa durante esse período e ainda terão uma van, o Rosamóvel, posicionado em pontos de grande concentração pública para fazer abordagens levando informação. No Rio de Janeiro, é o Cristo Redentor. Em Paris, o Arco do Triunfo. E em Natal, o Pórtico dos Três Reis Magos da entrada de Natal pela BR-101, que foi iluminado de rosa no dia 05 de outubro e o Palácio Felipe Camarão (Prefeitura) que foi iluminado no dia 06 de Outubro. A madrinha do movimento Outubro Rosa em Natal, a empresária Cláudia Galindo, informou que também será iluminado de rosa, na cidade, a Praça Pedro Velho (Praça Cívica).


Imagem: divulgação


O site Mulher Consciente que faz parte desse projeto, traz todas as informações do movimento e também se dedica à todos aqueles que queiram saber mais sobre a saúde das mamas, dicas e cuidados, o que pode afetá-las e como protegê-las.

Para os próximos dias, a programação, que está sendo organizada pela Liga Norte-riograndense contra o Câncer, tem marcada uma palestra no Hotel Residence, no dia 14; no Centro de Convivência da UFRN, no dia 15; na Farn, no dia 22; e nos dias 22 e 25 nos municípios de São José do Mipibu e Ceará-Mirim, respectivamente. Outras informações pelo telefone 4009-5700.


1 - O que causa o câncer de mama?
Na maioria dos casos de câncer de mama, não há uma causa específica. Há alguns fatores que estão associados ao aumento do risco de desenvolver a doença. A própria idade é um deles, pois a chance aumenta na medida em que se envelhece. Menarca precoce, menopausa tardia, nuliparidade (não ter filhos), primeiro filho em idade avançada, não amamentação e uso de terapia de reposição hormonal são fatores associados ao risco. Consumo excessivo de álcool, obesidade na pós-menopausa e sedentarismo também. Os fatores hereditários são responsáveis por menos de 10% dos cânceres de mama. O risco é maior quando os parentes acometidos são de primeiro grau (pai, mãe, irmãos, filhos).

2 - Atinge homens em que proporção? O câncer de mama em homens é raro. Estima-se que, do total de casos da doença, apenas 0,8% a 1% ocorram em pessoas do sexo masculino.

3 - Existe algum sintoma além de caroço no seio?
A forma mais habitual é o aparecimento de nódulo, geralmente indolor. Outros sinais e sintomas menos frequentes são edemas semelhantes à casca de laranja, irritação ou irregularidades na pele, dor, inversão ou descamação no mamilo e descarga papilar (saída de secreção pelo mamilo). Podem também surgir nódulos palpáveis na axila.

4 - É sempre possível notar a doença por meio do toque nos seios?
Não, a patologia tem uma fase em que as lesões são do tipo não-palpáveis. Por isso, é importante a realização de exames de imagem na faixa etária de maior risco.

5 - Segundo o Inca, o autoexame não é estimulado como medida de detecção. Por quê?
Considerando as evidências atualmente disponíveis, não se pode recomendar ou fomentar o ensino do autoexame como método de rastreamento. Também não foi evidenciada diminuição da mortalidade por câncer de mama com o uso do autoexame. Entretanto, o Inca destaca a importância de que a mulher esteja atenta ao seu corpo e à saúde das mamas. A recomendação é que, diante da observação de qualquer alteração ou mudança nas mamas, busque imediatamente a avaliação de um médico.

6 - Prótese de silicone nos seios pode levar à doença?
Não há evidência científica de que exista associação entre implantes mamários de silicone e o risco de desenvolvimento de câncer de mama.

7 - Como é o tratamento de câncer de mama?
O tratamento é multidisciplinar, ou seja, deve incluir a opinião de vários especialistas médicos, como o mastologista, o radiologista, o oncologista clínico, o radioterapeuta, assim como enfermeira especializada, psicóloga, fisioterapeuta e assistente social. Habitualmente, o tratamento pede cirurgia e é complementado pela radioterapia e quimioterapia/hormonioterapia.

8 - Quais são as chances de cura de câncer de mama?
Quando diagnosticado precocemente, há até 95% de chance de cura. Por isso, é importante que toda mulher de 50 a 69 anos faça mamografia a cada dois anos.

9 - Quais mudanças de hábito podem diminuir a chance de desenvolver câncer de mama?
Mudar estilo de vida pode reduzir 28% dos casos de câncer de mama. A ingestão excessiva de álcool aumenta as chances de ter câncer de mama porque altera os níveis hormonais, como o do estrogênio (toda mulher o produz, mas existe uma atuação importante dele no desencadeamento da patologia). Caso tenha células precursoras de câncer, essas taxas elevadas podem favorecer a multiplicação delas. Se o consumo de bebidas alcoólicas fosse moderado, com no máximo um drinque por dia (uma lata de cerveja, um cálice de vinho, uma dose de bebida destilada), reduziria em 6% a incidência.
O excesso de peso precisa ser eliminado, porque significa alteração nos níveis hormonais. Além disso, quando as células de gordura estão repletas, liberam fatores pró-inflamatórios. É como se a pessoa estivesse em um processo de inflamação generalizada, o que a torna mais vulnerável a fatores cancerígenos. O recomendado é que o índice de massa corporal não ultrapasse 25, prevenindo 14% dos diagnósticos.
Deixar de lado o sedentarismo queima as gorduras e equilibra os hormônios. Mas tem de ser em ritmo moderado, como uma caminhada mais acelerada, e por, no mínimo, 30 minutos diários. Com o tempo, a dica é tentar aumentar a intensidade ou estender o período. A medida isolada pode diminuir em 11% os casos de câncer de mama.

10 - Quais alimentos ajudam a prevenir a doença?
Os de origem vegetal: frutas, legumes, verduras e leguminosas (como feijão, lentilha, grão-de-bico). Têm o poder de inibir a chegada de compostos cancerígenos às células e, ainda, consertar o DNA danificado quando a agressão já começou. Se a célula foi alterada e não foi possível consertar o DNA, alguns compostos promovem a morte delas, interrompendo a multiplicação desordenada.
A ideia de que determinado alimento é bom para tal tipo de câncer não se aplica. Tem de haver sinergismo entre os compostos, o que ajuda em todos os tipos da doença. Por isso, é importante variar a alimentação ao máximo. A recomendação é consumir, no mínimo, 400g por dia de vegetais, sendo 2/5 de frutas e 3/5 de legumes e verduras. Cada porção equivale a uma quantia que caiba na palma da sua mão, do produto picado ou inteiro, totalizando 80g.

11 - O que não se deve comer para ajudar na prevenção? Entre os alimentos prejudiciais estão os embutidos, que apresentam grande quantidade de sal, nitritos e nitratos. Os conservantes em contato com o suco digestivo do estômago se transformam em compostos cancerígenos. Evite ao máximo comê-los, mas o ideal é que não sejam consumidos.
Limite carne vermelha a 50g semanais. A forma de preparo dos alimentos, especialmente das carnes (de qualquer tipo), pode influenciar. Os feitos na chapa ou fritos trazem malefícios, porque a exposição a altas temperaturas também atua na formação de compostos cancerígenos. Prefira levá-los ao forno ou usá-los em ensopados. Se quiser grelhar, opte pelo pré-cozimento. O churrasco também eleva os riscos. Além da temperatura alta, a fumaça do carvão tem dois componentes cancerígenos (alcatrão e hidrocarboneto policíclico aromático), que impregnam na refeição.

12 - Qual é a importância da amamentação?
Amamentar diminui entre 10% e 20% os riscos de a mãe ter a doença. Enquanto o bebê suga o leite, o movimento promove uma espécie de esfoliação do tecido mamário por dentro. Assim, se houver células agredidas, são eliminadas e renovadas. Quando termina a lactação, várias células se autodestroem, entre elas algumas que poderiam ter lesões no material genético. Outro benefício é que as taxas do hormônio feminino estrogênio caem durante o período de aleitamento.

13 - Pílula anticoncepcional aumenta o risco da doença?
Existem estudos que demonstram fraca relação de causalidade entre pílula anticoncepcional e risco da doença, enquanto outros demonstram alguma relação.

Então, abracemos o rosa, abracemos essa idéia: divulgar a informação que o Câncer de Mama tem cura se o diagnóstico for feito o mais rápido possível. Espalhemos a notícia!






Bjoks!!!
Kaká

5 comentários:

Klécia Galvão disse...

Olá querida! é um prazer ter vc no meu cantinho viu?
E que bom que é de Natal, fico feliz com as bloguetes vizinhas.
Bjocas e seja bem vinda!

Núbia Oliveira disse...

Oi karina, passei aqui para ver o mais novo blog de Natal, rsrsrs, gostei do que vi menina, vc será uma blogueira de sucesso. Já estou te seguindo e vou te linkar lá no meu cantinho. bjs.

Sidia Lima disse...

Oi Karina, seja bem-vinda!
Tô te seguindo tambem.. Bjss

Dayse Amaral disse...

Oii.. obrigada por visitar meu blog e segui-lo.
Estou fazendo o mesmo.
E vamos todas nós contra o câncer !!

Bjo
Dayse Amaral

belezabydayseamaral.blogspot.com

Backstage Das Blogueiras RN disse...

otimo todas as blogueiras consientes na luta contrao cancer!

venha conhecer o mais novo blog de natal,backstage das blogueiras. como o nome já diz, "por traz dos bastidores das bloqueiras" onde fazemos entrevistas com os estilistas, consultores de moda e blogueiras. Para conhecermos um pouco mais sobre nossas amigas Phynas da blogosfera natalense. é quem sabe você tambem poderá esta lá!

http://www.backstagedasblogueiras.blogspot.com/

xero
Vanessa Santos

Zura! - Busque. Compare. Compre.

Buscar. Comparar. Comprar.

As melhores ofertas estão aqui